Siga me

19 de jul de 2012

Sapatinhos Para Bebê - Life Baby: Sorteio Sacola Circulo S/A

Sapatinhos Para Bebê - Life Baby: Sorteio Sacola Circulo S/A: Olá Pessoal!!!!!! Vejam só que maravilha!!!!! Mais um sorteio com uma sacola da Circulo recheada de produtos, quem quer ganhar?
Clique no link acima para participar!

Tenham um ótimo dia!!! 

3 comentários:

  1. oi linda tava vendo seu cantinho tao lindo com tantas criaçoes suas e sugestoes que lindo, quero te convidar a conferir meus ultimos trabalhinhos em croche, vou ser sua seguidora pq adoro seus trabalhos e me inspiro e te convido se quiser a seguir meu cantinho tambem que sempre tem novidades em croche. bj
    Regina

    ResponderExcluir
  2. Oba mais sorteio!!!
    Já vou participar deste e te convidar a participar do meu também :)
    Sorteio do Kit com 17 itens, abraço!!!
    Ana

    ResponderExcluir
  3. oi amiga estou um pouco atrasada mas feliz dia do amigo meio atrasado

    PARA O MELHOR AMIGO O MELHOR PEDAÇO.

    Serapião era um velho mendigo que perambulava pelas ruas da cidade.

    Ao seu lado, o fiel escudeiro, um vira lata branco e preto que atendia pelo nome de Malhado.

    Serapião não pedia dinheiro. Aceitava sempre um pão, uma banana, um pedaço de bolo ou um almoço feito com sobras de comida dos mais abastados.

    Serapião era conhecido como um homem bom, que perdera a razão, a família, os amigos e até a identidade.

    Não bebia álcool, estava sempre tranquilo, mesmo quando não havia recebido nem um pouco de comida.

    Dizia sempre que Deus lhe daria um pouco na hora certa e, sempre na hora que Deus determinava, alguém lhe estendia uma porção de alimentos.

    Serapião agradecia e rogava a Deus pela pessoa que o ajudava.

    Tudo que ganhava, dava primeiro para o Malhado, que, paciente, comia e ficava a esperar por mais um pouco.

    Não tinham onde dormir; onde anoiteciam, lá dormiam.

    Certo dia, com a desculpa de lhe oferecer umas bananas, fui bater um papo com o velho Serapião.

    Iniciei a conversa falando do malhado, perguntei pela idade dele, o que Serapião, não sabia.

    Dizia não ter ideia, pois se encontraram um certo dia quando ambos andavam à toa pelas ruas.

    - Nossa amizade começou com um pedaço de pão - disse o mendigo. - Ele parecia estar faminto e eu lhe ofereci um pouco do meu almoço e ele agradeceu abanando o rabo, e daí, não me largou mais. Ele me ajuda muito a viver e eu retribuo essa ajuda sempre que posso.

    - Como vocês se ajudam? Perguntei.

    - Ele me vigia quando estou dormindo; ninguém pode chegar perto que ele late e ataca. Também quando ele dorme, eu fico vigiando para que outro cachorro não o incomode.

    Continuando a conversa, perguntei:

    - Serapião, você tem algum desejo de vida?

    - Sim - respondeu ele - tenho vontade de comer um cachorro quente, daqueles que a Zezé vende ali na esquina.

    - Só isso? Indaguei.

    - É no momento é só isso que eu desejo.

    Saí e comprei um cachorro quente para o mendigo.

    Voltei e lhe entreguei.

    Ele arregalou os olhos, deu um sorriso, agradeceu a dádiva e, em seguida, tirou a salsicha, deu para o Malhado, e comeu o pão com os temperos.

    Não entendi aquele gesto do mendigo, pois imaginava ser a salsicha o melhor pedaço.

    - Por que você deu para o Malhado logo a salsicha?
    Perguntei intrigado.

    Ele, com a boca cheia, respondeu:

    - Para o melhor amigo, o melhor pedaço.

    E continuou comendo, alegre e satisfeito.

    Despedi-me do Serapião, passei a mão na cabeça do Malhado e saí pensando com meus botões

    - Aprendi alguma coisa hoje.

    Como é bom ter amigos. Pessoas em que possamos confiar.

    E saber reconhecer neles o seu real valor, agindo em consonância.

    Por outro lado, é bom ser amigo de alguém e ter a satisfação de ser reconhecido como tal.

    Jamais esquecerei a sabedoria daquele eremita.

    “PARA O MELHOR AMIGO O MELHOR PEDAÇO”
    FELIZ DIA DO AMIGO MEU ANJO BJOSS.
    SECRETO.

    ResponderExcluir

Sejam bem vindos, adoro sua visita e seu comentário
Sintam se a vontade para faze-lo.
Obrigada!!!

Márcia